Social :  

Nova atualização do EVE (antigo UnetLAB)

Bom pessoal, quem acompanhou meu post sobre o EVE (Link) já deve ter montado seu novo lab nesta plataforma, afinal, a ferramenta é no mínimo ‘perfeita’, hehe.

Ultimamente ando usando bastante ela, e sempre que encontro com algum amigo ou profissional de TI, eu ligo meu servidor remotamente e mostro o EVE funcionando, principalmente a featware de abrir o Wireshark, VNC e Putty no próprio browser, além é claro da praticidade em montar todo o lab.

Acho engraçado as perguntas que me fazem depois que mostro tudo funcionando, ainda mais remotamente, sempre escuto algo como: “como usei o GNS3 até hoje?”, “como ficará o Packet Tracer, VIRL e outros depois disso?”.

De fato, o EVE na minha opinião é um divisor de águas no mundo de virtualização de ambiente/lab, principalmente redes e segurança, mas é claro que como toda ferramenta nova ela possui bug’s e melhorias que devem ser feitas ao longo do tempo, a ferramenta ainda está ganhando maturidade.

boa notícia é que os desenvolvedores estão sempre atentos aos blogs, forums e grupos em que o EVE é discutido, coletando feedbacks, respondendo dúvidas e é claro, lançando melhorias, inclusive temos ótimos ‘evangelistas’ da ferramenta aqui no Brasil, como o Bruno do blog Netfinders, eu pretendo estudar cada vez mais a ferramenta e sempre postar coisas novas e o que vou descobrindo aqui no Blog, quem sabe os maiores colaboradores da ferramenta não sejam daqui, terras tupiniquins.

Read More

Meu nome é Fernando Teixeira Silva, trabalho a 10 anos com TI, atualmente estudo tecnologias voltadas para ambientes de Data Center, como Redes, Virtualização e Storage. Criei esse blog para compartilhar experiências, problemas no ambiente de TI e novidades que garimpo pela Web.

NSX Part 2 – Arquitetura do NSX

Tudo bem pessoal, no primeiro post da série NSX (Link) falamos sobre NSX de uma forma teórica, mas trazendo os principais conceitos e características da solução. Nesse post falaremos da arquitetura do NSX e seus principais componentes, talvez esse seja o ponto que mais difere do tradicional “network” que nós analistas de redes conhecemos.

O administrador de redes mais experiente pode tentar encontrar um padrão na arquitetura do NSX comparando à tradicional arquitetura em camadas Core-Distribution-Access, aonde cada camada tem seu papel e de forma geral elas possuem seus componentes todos separados, ou seja, a camada de acesso tem seus equipamentos, inteligência, protocolos, ‘features’, etc, e as camadas de distribuição e core as suas, ou então comparar a mais nova arquitetura Spine-Leaf muito conhecida por quem usa equipamentos da linha Cisco Nexus.

Porém a arquitetura do NSX difere em alguns aspectos, dividida em três principais camadas, Management PlaneControl PlaneData Plane, essas camadas apesar de se ‘comunicarem’ , de certa forma não influenciam umas nas outras, mantendo por exemplo o plano de gerência, controle e dados separados, desta forma cada camada possui seus componentes, como pode ser visto a seguir:

Imagem 1 – Arquitetura do NSX e seus componentes.

Read More

Meu nome é Fernando Teixeira Silva, trabalho a 10 anos com TI, atualmente estudo tecnologias voltadas para ambientes de Data Center, como Redes, Virtualização e Storage. Criei esse blog para compartilhar experiências, problemas no ambiente de TI e novidades que garimpo pela Web.